cancer.jpg

CÂNCER DE PELE

Câncer de pele: Denomina-se câncer de pele o crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. O principal fator de risco no desenvolvimento desta enfermidade é a exposição solar crônica. Por sua vez, a exposição aguda leva ao aparecimento de queimaduras e pode gerar bolhas, sendo estas, fatores de risco no desenvolvimento de câncer de pele. Pessoas com história de queimaduras solares na infância têm um risco maior de desenvolver melanoma. Além das bolhas, outras lesões de pele podem levar ao surgimento do câncer como ceratose actínica, radiodermite, úlceras crônicas, cicatrizes, corno cutâneo, entre outras. Toda lesão pré-existente que sofrer alguma alteração deve ser prontamente examinada por um médico dermatologista. 

Os principais tipos são o carcinoma basocelular (CBC), o carcinoma espinocelular (CEC) e o melanoma, sendo este último o mais perigoso dos tumores de pele. 

O câncer de pele é completamente curável quando tratado em seus estágios mais precoces. A prevenção é feita através do uso de protetores solares, chapéu, boné, luvas etc. Também deve ser evitada a exposição solar entre 10 e 16h . Pode-se tratar uma lesão, dependendo do seu tipo, com cirurgias, crioterapia ou terapia fotodinâmica, evitando neste caso, cicatrizes inestéticas. Nos indivíduos muito claros ou com história familiar de câncer de pele (principalmente melanoma), um exame de rotina por dermatologista experiente sempre deve ser realizado. Este “check-up” pode ser feito anualmente ou semestralmente de acordo com a necessidade.